Os Polêmicos Memes A respeito da Lei Trabalhista Que Le

24 Apr 2019 14:54
Tags

Back to list of posts

<h1>Camila Queiroz Tenta Inspirar Seus sete Milh&otilde;es De Seguidores</h1>

<p>Postar memes a respeito da legisla&ccedil;&atilde;o trabalhista gerou opini&otilde;es ao Tribunal Regional do Servi&ccedil;o de Mato Grosso (TRT-MT). A come&ccedil;ar por tuas m&iacute;dias sociais, a faculdade fazia publica&ccedil;&otilde;es com orienta&ccedil;&otilde;es pol&ecirc;micas relacionadas aos direitos do empregado e do patr&atilde;o. Diversas postagens foram exclu&iacute;das depois de rea&ccedil;&otilde;es negativas do p&uacute;blico que acompanha as p&aacute;ginas do tribunal. O TRT-MT argumenta que os memes eram utilizados pra tornar a linguagem jur&iacute;dica mais simples e para simplificar a intercomunica&ccedil;&atilde;o com seus seguidores nas redes sociais.</p>

<p>As p&aacute;ginas s&atilde;o administradas pelo pr&oacute;prio setor de comunica&ccedil;&atilde;o social da universidade. Em desculpa do modo descontra&iacute;do com que tratava assuntos considerados complexos, o tribunal passou a obter seguidores de muitas partes do estado. Na atualidade, possui pouco mais de quarenta e nove 1000 curtidas no Facebook e 6.700 seguidores no Twitter. Os elogios de outrora, mas, deram lugar a diversas avalia&ccedil;&otilde;es nas &uacute;ltimas semanas. Entre os exemplos de publica&ccedil;&otilde;es que receberam coment&aacute;rios negativos est&aacute; uma que se usa de um dos memes mais recentes da web: o do rapper norte-americano Akon apontando o dedo, como se estivesse dando um conselho.</p>

<p>A publica&ccedil;&atilde;o foi considerada uma esp&eacute;cie de amea&ccedil;a ao trabalhador que entra pela Justi&ccedil;a contra um empregador. Cinco minutos depois de publicar a imagem, o TRT-MT excluiu a postagem, e justificou explicando que &quot;a mensagem extra&iacute;da apenas com apoio no meme dava uma conota&ccedil;&atilde;o distinta daquela pretendida&quot;. Em outra artigo considerada pol&ecirc;mica, o TRT-MT bate papo sobre os riscos profissionais de se relacionar com um amigo de trabalho.</p>

social-media-engagement.jpg

<p>O texto &eacute; ilustrado pela imagem de um jovem negro sem camisa. A p&aacute;gina assim como orientou a respeito da hip&oacute;tese de o patr&atilde;o demitir o funcion&aacute;rio que falsificar atestados m&eacute;dicos. Todas as publica&ccedil;&otilde;es citadas nessa reportagem al&eacute;m de novas que assim como geraram coment&aacute;rios negativos foram apagadas. Os seguidores apontavam, entre outras considera&ccedil;&otilde;es, que elas davam explica&ccedil;&otilde;es equivocadas sobre a legisla&ccedil;&atilde;o trabalhista. A BBC Brasil ilustrou muitas das publica&ccedil;&otilde;es feitas nas redes sociais do TRT-MT ao doutor em Direito do trabalho Saul Duarte Tibaldi.</p>

<ul>
<li>Definir conceito da marca</li>
<li>Crie um banco de detalhes para o web site</li>
<li>Ser escravo</li>
<li>Copie o texto e cole diretamente no Instagram pela hora depostar sua imagem</li>
<li>1 - Imagens e v&iacute;deos criativos</li>
<li>Respons&aacute;vel pela gest&atilde;o de redes sociais</li>
<li>Maycon Oliveira alegou: 30/07/doze &aacute;s 01:Dezenove</li>
<li>Planeje teu feed</li>
</ul>

<p>Ele falou que o tribunal teve boas inten&ccedil;&otilde;es ao simplificar o &quot;juridiqu&ecirc;s&quot; a come&ccedil;ar por memes. Todavia, segundo ele, v&aacute;rias publica&ccedil;&otilde;es utilizaram linguagem inadequada. Para ele, as publica&ccedil;&otilde;es feitas pela p&aacute;gina do TRT-MT prejudicam a imagem da institui&ccedil;&atilde;o. Ele mora em Lindo Horizonte e confessa que passou a seguir a p&aacute;gina ap&oacute;s ser informado sobre o assunto os conte&uacute;dos que estavam sendo publicados.</p>

<p>Pela &uacute;ltima quinta-feira (12), ap&oacute;s apagar as posts pol&ecirc;micas, o TRT-MT se retratou na sua p&aacute;gina oficial no Facebook. Continuem com as publica&ccedil;&otilde;es divertidas! Pela publica&ccedil;&atilde;o, seguidores comentaram sobre a postura que a p&aacute;gina vinha adotando nas &uacute;ltimas semanas. Saiba Em Quais Organiza&ccedil;&otilde;es Voc&ecirc; Poder&aacute; Compreender Sobre o assunto Perfume E Maquiagem meio &agrave;s avalia&ccedil;&otilde;es, outras pessoas se manifestaram em prol das publica&ccedil;&otilde;es. Em comunicado enviado &agrave; BBC Brasil, o Tribunal Regional do Trabalho de Mato Grosso informa que a utiliza&ccedil;&atilde;o de memes em suas redes sociais foi suspensa.</p>

<p>Dessa forma, pode-se ponderar em interagir com mensagens instant&acirc;neas, sites e v&iacute;deo confer&ecirc;ncia. Arquivos Realiza&ccedil;&atilde;o Tema Para Redes sociais (2013, p.9), “O mundo f&iacute;sico e o virtual n&atilde;o se op&otilde;em, contudo se acrescentam, introduzem, combinam em uma intera&ccedil;&atilde;o cada vez superior, cont&iacute;nua, insepar&aacute;vel”. Alguns autores fazem refer&ecirc;ncia ao exerc&iacute;cio das Redes sociais como divis&atilde;o colaborativa no processo de ensino e aprendizagem. O Twitter &eacute; uma m&iacute;dia social que permite intera&ccedil;&atilde;o, atrav&eacute;s da conex&atilde;o, com cada pessoa no universo, sejam elas conhecidas ou n&atilde;o.</p>

<p>O Twitter foi lan&ccedil;ado em mar&ccedil;o de 2006, como maneira de socializa&ccedil;&atilde;o. Ca&ccedil;adores De Neuromitos algu&eacute;m envie uma mensagem instant&acirc;nea, chamada tweet, com no m&aacute;ximo 140 caracteres, para seus seguidores, isto &eacute;, as pessoas que decidiram continuar em contato. Esta afirmativa do autor nos permite raciocinar sobre uma probabilidade de tecnologia, pautada pela diversidade em que ela poder&aacute; oferecer &agrave; educa&ccedil;&atilde;o.</p>

<p>O Facebook, outra rede social bastante utilizada assim como na educa&ccedil;&atilde;o, fornece uma vasta configura&ccedil;&atilde;o que &eacute; aplic&aacute;vel e uma intera&ccedil;&atilde;o significativa quanto ao seu exerc&iacute;cio pedag&oacute;gico, visto que o professor podes fazer um perfil somente para fins educativos. Na sua procura Ferreira, Corr&ecirc;a e Torres (2012) descreveram as principais potencialidades pedag&oacute;gicas da web para a aprendizagem online.</p>

<p>Tanto nas escolas quanto pela vida real, existem uma gama de aplicativos que podem aproximar os conte&uacute;dos das experi&ecirc;ncias do cotidiano quanto das experi&ecirc;ncias vividas em tempo real. De acordo com os autores, os Quizzes s&atilde;o aplicativos para a elabora&ccedil;&atilde;o de question&aacute;rios de m&uacute;ltipla sele&ccedil;&atilde;o que permitem ao usu&aacute;rio assimilar a come&ccedil;ar por perguntas e respostas. Outra ferramenta bastante utilizada em t&atilde;o alto grau por docentes quanto discentes, chama-se SlideShare, esse programa permite o compartilhamento e fabrica&ccedil;&atilde;o de slides, muito utilizado pra ministrar aulas e apresenta&ccedil;&otilde;es de servi&ccedil;o. Sorveteira Responde A Deboche Nas M&iacute;dias sociais E Ganha Suporte aos usu&aacute;rios a forma&ccedil;&atilde;o de aulas informativas viabilizando bastante intera&ccedil;&atilde;o e conhecimentos dado que det&eacute;m ferramentas de edi&ccedil;&atilde;o complementando os conceitos divulgados.</p>

Comments: 0

Add a New Comment

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License